23/05/2013

Chico Xavier

Perguntar ás crianças:
Quem já ouviu falar de Chico Xavier?
Vocês sabem que foi ele?
Sabiam que ele foi eleito o Maior Brasileiro de Todos os tempos? Sabem porquê?
O que será que ele fez que conquistou o carisma de tantos brasileiros?

Bem, Chico foi um homem muito amado. Até hoje, mesmo depois de 11 anos de sua morte, ele é lembrado com carinho e respeito por todos que conhecem sua história. Por ter sido exemplo de humildade, bondade e simplicidade além de ser responsável por ajudar na divulgação do espiritismo.


Chico (Francisco Cândido Xavier), nasceu em Pedro Leopoldo MG em 1910. Família pobre, filho de João Cândido Xavier e Dona Maria João de Deus, irmão de oito. Com cinco anos perdera a mãe, devido a falta de condições financeiras, seu pai tomou uma decisão muito difícil: distribuiu todos os filhos entre amigos e parentes. Chico ficou sob os cuidados da madrinha Rita de Cássia.

Sofreu muito nas mãos da madrinha. Ela era muito descontrolada emocionalmente e perturbada espiritualmente. Nessa época, Chico já via e conversava com espíritos. Sua madrinha o xingava de  doido, que fazia parte com demônio. Se não bastasse, o torturava: enfiava o garfo na barriga do menino! Chico chorava muito, ia chorar debaixo de uma árvore, no quintal de casa.

Certo dia, depois de sofrer mais uma tortura de D. Rita, lembrou-se da prece Pai Nosso que sua mãe lhe ensinara quando viva, e começou a rezar. Nesse momento, sua mãe apareceu a ele. A partir daí, Chico encontrava consolo nas palavras e no carinho que sua mãe lhe dava. Sempre lhe dava conselhos como: " você precisa ser forte Chico", "paciência com sua Madrinha", "tem que resistir".
Letícia Sabatella é Maria mãe de Chico (Matheus Costa) no filme Chico Xavier dirigido por Daniel Filho

Sua mãe lhe prometia que havia pedido a Jesus que mandasse um anjo para ajudá-lo. Logo, logo o sofrimento dele abrandaria.
Pouco tempo depois o pai de Chico, conhecera uma moça muito boa, com quem resolvera se casar. Ela aceitou desde que ele reunisse todos os filhos de volta.
Quando ele a apresentou aos filhos, Chico a abraçou muito forte, recebendo em troca muito carinho. Ela perguntou ao Chico se ele sabia que era ela. Ele respondeu: "você é o anjo que minha mãe enviou!" Chico encontrou em Dona Cidália, uma substitua a altura de sua mãe.

Chico continuou desenvolvendo sua mediunidade. Já rapaz, viu pela primeira vez seu Mentor espiritual Emmanuel. Ele o orientou a ser sempre disciplinado para ser um bom médium. Chico se tornou um médium psicógrafo. Através dele, espíritos desencarnados mandavam sua mensagens aos seu familiares. Depois essas mensagens eram reunidas em livros.


Chico era um homem simples, de alma nobre, que fazia tudo pelos que lhe procuravam. Tudo mesmo! Sua casa vivia lotada de pessoas que o procuravam para buscarem alimento pro corpo e pra alma. Muitas família foram ajudadas por Chico. Mas ele não considerava que fazia grande coisa. Ele mesmo de apelidara de "Cisco" de Assis!

 
Chico tinha um único desejo - queria desencarnar num dia onde o povo estivesse em festa. Seu desejo fora atendido: no dia 30 junho 2002 - dia em que a seleção brasileira de futebol se tornou penta campeã, morre Chico Xavier de ataque cardíaco.
Chico jamais será esquecido. Sua lição de caridade, de amor ao próximo estará guardado para sempre nos seus livros e nas suas boas ações.
 
Sugestões de atividades:
Imprimir e dar para as crianças lerem a história de Chico em quadrinho.






 
Pedir para as crianças ilustrarem a cena que mais gostaram ou acharam interessante da vida de Chico.