21.11.11

Símbolos de Natal

As crianças sempre ficam animadas com a proximidade do Natal!
As festas, as cores, os presentes...
Como já falamos sobre o verdadeiro significado do Natal (ver a aulinha:Natal:nascimento de Jesus) vamos entender como as pessoas comemoram o Natal pelo mundo?
O que significam todos aqueles enfeites?
Contar o seguinte conto de natal:
Vovó Natal
  Guilherme, Lucas e Anna, são crianças super inteligentes e curiosas.Vivem fazendo perguntas aos adultos sobre tudo!Essa noite não seria diferente...
  Pela primeira vez os irmãos iam passar o Natal com a Vovó Olga: por morarem muito longe só se vêem uma vez por ano!Desta vez, deu certo de ser no Natal.
  Mal chegaram, depois de receberem o abraço fofo e com cheirinho de flores da vovó, Lucas - o caçulinha - já foi logo perguntando com voz dengosa:-Vovó, não é que Papai Noel existe sim?
  Antes de responder,Guilherme com ar impaciente antecipou a avó:-Já te disse que são atores! 
  Anna, a mais velha, ainda abraçada a avó, tinha outra dúvida: -Por que a árvore de Natal é o pinheiro e não o pé de manga?Acho bem mais bonito!
  Vovó paciente como sempre, carregando os três num abraço que só as vovós conseguem dar,falou sorrindo:
   -Ah!O Natal!Cheio de símbolos coloridos, cheirinhos e sons que só nele podemos ter...
E sentando-se na cadeira de balanço continuou:
  -Lucas, esse velhinho de barba branca  foi inspirado num senhor que se chamava Nicolau e vivia na Turquia a muito tempo atrás.Conta a história que ele era muito admirado pelas pessoas por ajudar os necessitados.Então, com o tempo passou a ser chamado de Sinterklass ou Santa Claus como chamam os americanos e traduzido ficou:Papai Natal ou Papai Noel.
  Guilherme arregalou os olhos admirado mas não desistiu:-Só que ele não vive mais, ném tem trenós que voam!
  Lucas olhou para a avó esperando sua resposta.
  Vovó Olga, com sua sensibilidade, falou afagando o netinho caçula:-Realmente trenó com renas voadoras só existem nos desenhos, mas disso já sabíamos não!- disse dando uma piscadela ao Lucas.- Mas sempre tem alguém que o representa muito bem, fazendo o que ele fez:ajudando quem necessita! 
  Lucas encarou o irmão, sorrindo satisfeito.Vovó Olga continuou:-Essa história de trenó e rena, além da roupa do papai noel, foi  porque  se passava numa região muito fria onde existe neve.E essa carinha simpática desse velhinho foi criada por um desenhista chamado Thomas Nast em 1866 -não me olhem desse jeito, eu não era nascida ainda!-Completou a vovó bem humorada.
  Os três, sentados na varanda, estavam tão admirados que quase esqueceram da dúvida de Anna!Mas não a vovó Olga:
  -Quanto a árvore ser o pinheiro Anninha, é justamente por essa árvore ser mais resistente nos invernos gelados da Europa.Nós somos de nações muito novas, por isso, muitas tradições foram herdadas do outro lado do mundo.Mas nada impede que no próximo Natal nós façamos uma árvore de Natal bem bonita aproveitando a mangueira Carlota lá do quintal!
  Tão satisfeitos com a atenção que a vovó Olga deu a eles, os três sem combinar nada, correram pra abraçá-la.Lucas emocionado falou:
  -Puxa vovó, nem quero saber de Papai Noel porque já tenho uma Vovó Noel!
  E foram abraçados pra sala reverem os outros parentes.
                                                                                             Patrícia Simões
Além do papai noel e da árvore de Natal existem outros símbolos:


A estrela: representa a estrela que guiou os três reis magos,
As bolas coloridas:representam as estrelas do céu, como o mundo com Jesus pode ser iluminado,
O presépio:Significa "cocheira" ou "curral"-representa o momento que Jesus nasceu, com pequenos bonecos nas figuras de José, Maria, o bebê Jesus, os animais do estábulo...
Os sinos:os badalos que se ouviu anunciando o nascimento de Jesus

(Fonte de pesquisa e inspiração:www.brasilescola.com, natalnatal.no.sapo.pt/pag-simbolos, livro:noite feliz -Maísa Zakzuk)

Atividade:
Fazer uma árvore de Natal de Papelão ou papel cartão e colar todos os símbolos pintados pelas crianças para enfeitar a sala.
Sugestão de desenho:
Fonte:web

18.11.11

Natal:Nascimento de Jesus e união dos povos

Será que as crianças sabem que a palavra Natal vem de natalidade, portanto natal significa nascimento?
Comemoramos então o nascimento de Jesus Cristo!
Lembraremos um pouco como tudo aconteceu:

Jesus já era esperado pelo povo, pois os profetas disseram que o Messias (o salvador) nasceria.
Antes de nascer já era perseguido-Sabendo da profecia em quê nascera o "Rei dos reis", o imperador mandara matar todas as crianças menores de dois anos!Mas Jesus tinha sua missão e nada o impediria de nascer.Não tendo vagas nas hospedarias, José e Maria se refugiaram num estábulo (lugar onde dormem os animais) e lá Maria deu a Luz!
Jesus, dormindo numa manjedoura (lugar onde é colocado os alimentos aos animais), deu o primeiro exemplo digno do Filho de Deus: a humildade, a simplicidade.
Jesus era tão especial que uma estrela brilhou mais forte no céu, guiando assim os três Reis Magos (assim chamados por serem estudiosos dos céus, das estrelas) que sabiam da profecia e foram conhecê-lo e os pastores de ovelhas que foram avisados pelos anjos que o Messias nascera.
Por ser tão especial e ter nos ensinado durante sua vida lições de amor, paz, fé e união, que seu nascimento é comemorado até hoje confraternizando as famílias e os povos.


Trabalhar com as crianças:
  • O significado de natal pra cada uma.
  • como comemoram. 
  • Atividade:Fazer um cartão bem bonito para a turma!

O verdadeiro sentido do Natal
É trazer a esperança no amanhã.
Com Jesus, um ser tão evoluído que possui Luz própria, ressurge a fé em Deus, a confiança num futuro melhor.
O principal símbolo é o Amor.O amor que luta pela sobrevivência do seu filho.O amor que une a família e atrai os amigos.O amor que partilha presentes cujos significados são: vida, saúde e prosperidade.
O verdadeiro Papai Noel é o nosso sentimento de doar sem pedir nada em troca, de presentear o próximo com nossa dedicação e assim recebermos seu sorriso de gratidão.
Natal está ligado ás nossas emoções: sentimentos de alegria, saudades, lembranças se misturam - o que é natural pois somos humanos!
E é nesse momento, em que estamos sensibilizados, que devemos entrar na sintonia do Amor de Deus:aproveitar esse momento para renovar nossa fé e recomeçar o caminho em busca de um mundo melhor para todos!

10.11.11

A semente da verdade

O que é honestidade?
Honestidade, verdade, sinceridade...O que esses três têm em comum?
Vamos pensar um pouco em cada palavra...Tentar lembrar o que significa...
Antes de conversar sobre isso, contar a seguinte história:


A semente da verdade




  O imperador precisava achar um sucessor.Sem filhos, nem parentes próximos, ele decidiu chamar todas as crianças do reino.
  Thai foi uma delas.Ele era um ótimo menino.Dedicava-se ao jardim de sua casa e cada planta tocada por ele crescia viçosa e forte.
  No dia marcado,dirijiu-se até o palácio, onde havia milhares de pequenos súditos.O imperador disse:
  -Crianças, preciso escolher o meu sucessor entre vocês.Vou lhes dar uma tarefa.Aqui estão algumas sementes e quero que vocês as cultivem.O trono será daquele que me trouxer, daqui a um ano, a planta mais bonita.
  Thai era um excelente jardineiro e com certeza faria muito bem o que o imperador pediu.Porém, por mais que se esforçasse, a semente não brotava.O menino fez tudo o que podia, mas seus esforços não adiantaram.
  Até o dia de apresentar a planta ao imperador, a semente de Thai não havia brotado e o menino estava tão preocupado que não queria enfrentar as outras crianças; porém seu avô disse:
  -Você é honesto.Vá até o imperador e diga a verdade.Sua dedicação foi máxima, mas a semente não brotou.Não se envergonhe, querido, apenas explique o que você fez, pois devemos sempre agir com honestidade,buscando a felicidade, sem querer que a nossa alegria faça alguém infeliz.
  Thai obedeceu ao avô e foi ao palácio.Entretanto, ao chegar lá, ficou assustado, pois era a única criança que não levava consigo uma belíssima planta.


  O imperador chamava as crianças e examinava os vasos.Não sorria e nem esboçava contentamento.
  Thai estava muito nervoso, pois se o imperador não havia até agora aprovado aquelas plantas maravilhosas, o que diria de seu vaso sem nada?
  Thai foi ficando para trás e, quando se deu conta, era o último da fila.Mas sua vez chegou e ele não poderia mais adiar o encontro com o imperador.
  -Vejamos, meu jovem, o que tem aí pra mim.
  Thai não pôde mais evitar as lágrimas.Com a cabeça baixa, mostrou o vaso ao imperador e disse:
  -Senhor, sou um jardineiro e uma de minhas virtudes é a perseverança, mas por mais que eu tenha me esforçado, a semente não brotou.Meu avô ajudou a pensar sobre o que fazer e optei por dizer a verdade, contar meu esforço e pedir-lhe perdão.
  -Não se envergonhe, criança, você fez o certo.A sua grande virtude foi dizer a verdade, pois eu havia queimado todas as sementes e nenhuma poderia germinar.Portanto, você foi o único que, de fato, plantou a semente da verdade.(conto folclórico oriental)



Questões a serem discutidas:

Por que as outras crianças tinham plantas bonitas?
Por que a planta de Thai não nasceu?
Quem vocês acham que o imperador escolheu para ser seu sucessor?Por quê?

Agora vocês sabem o que honestidade, verdade e sinceridade tem em comum?

Honestidade é a qualidade de ser verdadeiro, não mentir, não enganar.
Verdade é o que é realidade, o que não é mentira.
Sinceridade é ser honesto, não faltar com a verdade, principalmente sobre os seus sentimentos.

Na vida estamos sempre passando por testes para provarmos nossa honestidade.Quem mente, engana, é desonesto, cedo ou tarde é descoberto.Assim como o Imperador não demonstrou que sabia da mentira dos outros e, ao invés disso, valorizou a honestidade de Thai a vida nos trará ocasiões em que nos testarão e escolherão a verdade.

"Algumas vezes a verdade não é tão bonita quanto uma flor, mas precisamos encará-la com coragem para vencer os grandes desafios".

1.11.11

Respeitar :Amar ao próximo como a sí mesmo!

Amar ao próximo como a sí mesmo cap XI Ev. seg. Esp.
"Fazei aos homens tudo o que queiras que eles vos façam, pois é nisto que consistem a lei e os profetas"(S.MATEUS, cap.XXII, vv 34 a 40)

"Respeito é bom e eu gosto!"
"Olha o respeito!"
"Respeite as leis de trânsito"

Todo mundo já ouviu estas ou outras frases sobre RESPEITO.Mas o quê é respeito?
Do latim respectus significa atenção ou consideração.
Sentimento que leva a tratar alguém com grande atenção, consideração, reverência.
Obediência, acatamento, submissão:respeito ás leis.

Por que ter RESPEITO?

Mostrar três figuras:

Um carro batido  -Esse é o carro de Téco*          
Um homem preso -Esse é o Tato
Um incêndio-Esse incêndio foi provocado pela bituca de cigarro do Digo

O quê eles tem em comum?
                 Falta de respeito!

Contar a história de cada um:

Téco não respeitou as leis de trânsito, estava dirigindo numa velocidade acima da via, ultrapassou o sinal vermelho e pra não bater noutro carro acabou indo parar num poste!

Tato também não respeitou as leis do homem ném as leis de Deus (não roubarás!), ném respeitou o homem que andava distraído com seu celular:empurrou o homem, tomou seu celular e saiu correndo.Um policial que fazia ronda viu tudo e foi atrás dele.Hoje está preso!

Déco também faltou com respeito á natureza e á sua própria vida - além de fumar e prejudicar sua saúde, ainda jogou a bituca de cigarro pela janela do carro provocando um incêndio numa reserva florestal matando animais silvestres e várias espécies de plantas...

Para vivermos em harmonia, precisamos viver em acordo com as leis do homem e de Deus.

"Respeitar é agir sabendo que não estou sozinho".
Respeitar ao próximo é respeitar a vida!
É não fazer ao outro o quê não queremos que façam com a gente: se colocar no lugar do próximo.


Atividade :Ler e comentar com as crianças o livro:"E eu com isso?! Aprendendo sobre respeito:" ed.Scipione, Brian Moses e Mike Gordon

(* Nomes Fictícios, não foi baseado em fatos reais, apesar de fatos como esses acontecerem toda hora!)