26/09/2013

Alegria

Perguntar ás crianças como elas se sentem hoje: alegres? Tristes? Com raiva? Entediados?
Depois que todos disserem como se sentem explicar que o tema de hoje é alegria!
Em seguida perguntar:
-O que é ser alegre? O que é alegria?
Deixar que falem livremente. Complementar:
Alegria é um sentimento de contentamento, de prazer de viver, júbilo, satisfação, exultação. Costuma ser expresso através de sorrisos. Aurélio Buarque de Holanda
 
Em seguida contar a seguinte história:
A casa dos mil espelhos
Tempos atrás, em um distante e pequeno vilarejo, havia um lugar conhecido como a casa dos 1000 espelhos.
Um pequeno e feliz cãozinho soube deste lugar e decidiu visitar.
Lá chegando, saltitou feliz escada acima até a entrada da casa. Olhou através da porta de entrada com suas orelhinhas bem levantadas e a cauda balançando tão rapidamente quanto podia. Para sua grande surpresa, deparou-se com outros 1000 pequenos e felizes cãezinhos, todos com suas caudas balançando tão rapidamente quanto a dele.
Abriu um enorme sorriso, e foi correspondido com 1000 enormes sorrisos.
Quando saiu da casa, pensou:
-Que lugar maravilhoso! Voltarei sempre, um montão de vezes.
Neste mesmo vilarejo, um outro pequeno cãozinho, que não era tão feliz quanto o primeiro, decidiu visitar a casa.
Escalou lentamente as escadas e olhou através da porta.
Quando viu 1000 olhares hostis de cães que lhe olhavam fixamente, rosnou e mostrou os dentes tentando afugentar e ameaçar os outros cães, mas ficou horrorizado ao ver 1000 cães rosnando e mostrando os dentes para ele.
Quando saiu, ele pensou:
-Que lugar horrível, nunca mais volto aqui...
 
Todos os rostos no mundo são espelhos... Que tipo de reflexos você vê nos rostos das pessoas que você encontra?

Folclore Japonês
 
 
Perguntar ás crianças o que elas acharam da história e explicar: assim somos nós, em nossas vidas: vemos no rosto do outro o reflexo do que somos. Se encararmos as pessoas sorrindo, com alegria, dificilmente teremos  em troca uma cara brava como resposta.
Mas o que fazermos para ficarmos alegres? O que nos dá alegria?
Deixar as crianças falarem.
Em seguida contar a história:
A alegria da joaninha
Texto adaptado
 
Afinal chegou o grande dia. O dia da festa na casa da Lagartixa.
Dona Joaninha estava feliz. Queria ir muito bonita. Por isso, colocou uma fita na cabeça, uma faixa na cintura, muitas pulseiras nos braços e levou um leque para se abanar
No caminho, encontrou Dona Formiga. Ela não podia ir à festa porque acabara de fazer mudança e nem conseguira se preparar.
Bom, isto não é problema, foi dizendo Dona Joaninha.
Tirou a fita de sua cabeça e a ofereceu para Dona Formiga que, feliz, decidiu ir à festa.
Mais adiante, encontraram Dona Aranha. Ela tivera muitas despesas no mês e não pudera se preparar para a festa.
Mas, Dona Joaninha logo deu um jeito. Emprestou suas pulseiras, que ficaram lindas em Dona Aranha.
As três, radiantes de felicidade, seguiram rumo à festa.
Um pouco adiante, encontraram a Taturana. Morrendo de calor. Estava com tanto calor que nem tinha disposição para ir à festa da Lagartixa.
Dona Joaninha se ofereceu para emprestar o seu leque. E lá se foi também a Taturana, muito alegre, se abanando com o leque, para a festa.
Logo depois, deram de cara com a Minhoca. Ela confessou que não tinha uma roupa boa para vestir e por isso não iria para a festa.
Dá-se um jeito, disse Dona Joaninha. E emprestou a sua faixa, com a qual a Minhoca ficou muito elegante.
Finalmente, chegaram à festa. Dona Joaninha estava tão feliz com a alegria das outras, que nem reparou ter dado tudo o que ela havia posto para ficar mais bonita.
E, na festa, ela deixou vazar esta alegria pelos olhos, no sorriso, em tudo que dizia. E isso a fez a mais linda da festa.
Ninguém se divertiu, nem dançou mais do que ela.
Foi então que a Joaninha descobriu que para a gente ficar bonita e se divertir não precisa se enfeitar toda.
Basta ter o coração bem alegre, que a alegria de dentro deixa a gente bonita por fora.
Depois de explicar a historinha ás crianças, pedir que elas ilustrem a historinha.
 
Sugestão de vídeo:
 
Alegría - Cirque du Soleilhttps://www.youtube.com/watch?v=Znh826v5eCw
Alegria
Alegria
Como um raio de vida
Alegria
Como um louco a gritar
Alegria
De um delituoso grito
De uma triste pena, serena
Como uma raiva de amar
Alegria
Como uma explosão de júbilo

Alegria

Eu vi uma faísca da vida brilhando
Alegria
Eu ouço um jovem menestrel cantando
Alegria
O grito bonito
Um rugir de sofrimento e de felicidade
Tão extremo... Um amor furioso dentro de mim,
Alegria
Um feliz e mágico sentimento.

Alegria
Como um raio de vida
Alegria
Como um palhaço a gritar
Alegria
De um delituoso grito
De uma triste pena, serena
Como uma fúria de amar
Alegria
Como um assalto de felicidade
De um delituoso grito
De uma triste pena, serena
Como uma fúria de amar
Alegria
Como um assalto de felicidade

Alegria
Como a luz da vida
Alegria
Como um palhaço que grita
Alegria
De um estupendo grito
De uma tristeza louca,
Serena
Como uma raiva de amar
Alegria
Como um assalto de felicidade

De um estupendo grito
De uma tristeza louca
Serena
Como uma raiva de amar
Alegria
Como um assalto de felicidade

Tão extremo Um amor furioso em mim
Alegria
Um feliz e mágico sentimentos

 

12/09/2013

A árvore da amizade

Todos nós temos uma árvore da amizade em nossas vidas. Vou contar a vocês uma história da Turma da Mônica que nos fala sobre isso:

                                                              A árvore da amizade


Certo dia, a Mônica foi toda contente brincar com a Magali. Porém a Magali não se interessou pela brincadeira pois tinha uma coisa mais legal pra fazer com sua amiga Denise: ir ao teatro.

A Mônica até que ficou animada pois pensou que ia também. porém a Denise disse: - Meu pai só me arrumou dois ingressos: um pra mim e outro pra Magali. E os ingressos estão esgotados...
A Mônica ficou espantada com a amizade da Magali pela Denise. Depois ficou com raiva por Magali ter preferido sair com a Denise do que ficar com ela. Pensou:
- Devo rever minha árvore da amizade! - Sacudiu a árvore e a Magali e a Denise cairam dela.

-Não vou me abalar por isso. Ainda tenho uma porção de amigos!
Então encontrou Dudu, chamou ele pra brincar de dominó, mas ele que era mais chegado em vídeo game não quis nem saber do joguinho.
A Mônica, com mais raiva, sacudiu a árvore de novo e lá se foi Dudu.

Resolveu procurar por outros amigos que estariam doidos pra brincar com ela.
Enquanto caminhava foi acertada por uma bola. POF! Na cabeça e caiu tonta no chão.
Titi e seus amigos correram para socorrer, pois viram que era uma menina.

A Mônica  se recupera e disse: - Não foi nada Titi, obrig...
-AHHHHHHHHHHH! É a Mônica!!!
E saíram correndo pra bem longe com medo de apanhar.
A Mônica ficou irada! E chacoalhou a árvore da amizade deixando cair quase todos os meninos.
E saiu resmungando:- Vou dar mais uma chance pros meus amigos, pra provar quem é amigo de verdade.
Nisso encontrou o Cascão brincando com uma vassoura: - Aiôôô Prateado! Iupiii!
Mônica achou que ele brincava de bruxa.

-Não zoa Mônica! Isso aqui é o meu Prateado e eu sou o Vassoureiro Solitário!
A Mônica já ia embora triste quando Cascão disse: - Você não quer brincar comigo?
-Você quer brincar comigo?
-É claro! Até o Cavaleiro Solitário tem um parceiro!
-Sério? Eu não sabia! Quem eu vou ser?
- a Tonta!
POF! Deu-lhe a Mônica e saiu esbravejando com raiva. Sacudiu de novo a árvore e fez sumir o Cascão.
Em casa Mônica encheu um balão, desenhou um rosto e o levou pra rua para brincar:
-Sr. Balão, de agora em diante, você é o único amigo que tenho e amarrou numa pedra.

Enquanto isso, lá vinha o Cebolinha assoviando pela rua. Tropeçou numa pedra onde estava o balão e POOCA! Estourou o balão!
-BUÁÁÁÁ!!! Meu amiguinho! meu amiguinho!
Cebolinha disse:- Estou bem Mônica! Veja só.

A Mônica, brava, começou a bater no Cebolinha: PAF! TUM! SOC!
-Péla Mônica!!! O quê está acontecendo?!
Então a Mônica contou tudo o que aconteceu e que todos seus amigos tinham deixado ela.
Cebolinha disse que todos os meninos fugiam dela, pois era só fazer uma coisa que a desagradasse e ela já pensava em bater!
Mônica concordou que ás vezes era um pouco "enérgica" demais, mas e a Magali?
-Por que ela preferiu sair com a Denise?
-Ué a Denise também é amiga dela não é?
E ele a levou por um lugar cheio de árvores da amizade.

- Mônica, lepale que ao lado da sua álvole da amizade existem muitas outlas: - A álvole da amizade da Magali, a álvole  da amizade do Cascão, a minha álvole da amizade. São as álvoles da amizade de cada um dos nossos amigos! Apesar de você ser a maior fluta da Magali, ela ainda está cheia de outlas flutas menoles espelando calinho e atenção.
-E-eu nunca tinha pensado nisso... Todo mundo tem uma árvore da amizade...
-Exatamente. E as flutas menoles são as que ,ais plecisam da dedicação pala que um dia amaduleçam entendeu? Você não pode colocar uma coleila nas pessoas... e obligá-las a te seguilem de um lado pala outlo como um balão! Amizade não é isso! Você não pode obligar alguém a ser seu amigo. Amizade é uma coisa que seu conquista com  tempo e confiança. Você tem que fazer por melecer entendeu?
E foi assim que, sem querer o Cebolinha ensinou muitas coisas valiosas naquele dia:
Que nossa árvore não está sozinha no pomar das amizades.
Que só respeitando o espaço de cada uma elas poderão crescer fortes e sadias e o mais importante, novas mudinhas estão sempre nascendo e se regarmos com muita paciência e dedicação, elas poderão se tornar um dia, árvores fortes e resistentes daquelas que duram para a vida inteira!


                                                            FIM

 (adaptação da historinha em quadrinho de mesmo nome da Turma da Mônica)
Depois de contada a história com auxílio das figuras da revista, comentamos sobre o que devemos o que não devemos fazer em relação a amizade.
Depois desenhamos cartões para entregarmos a uma amiga da casa que acabou de ganhar um bebê, pois ela é nossa amiga!

Outras sugestões para se trabalhar amizade:

http://youtu.be/zFtRSy9D5-w Amizade é
https://www.youtube.com/watch?v=UO-sPrXSOc0 música da turma da Mônica: Amigo
https://www.youtube.com/watch?v=l4M9_BFJ2dI música de R2*D3 Amizade