O menino do Rio Doce

Devido aos acontecimentos que ocorreram no Brasil, Ziraldo autor do livro O menino do Rio Doce, disponibilizou o livro na internet para que os professores trabalhassem com seus alunos os acontecimentos. Então eu contei a história adaptada para as crianças da evangelização, utilizando cenário de cartolina, as personagens e objetos que se encontram na história, feitos também de cartolina. Quem puder ter o livro, ou mesmo imprimir as figuras vale a pena pois as ilustrações  de bordados são lindas feitas por uma família de Pirapora, a família Dumont.
Ziraldo


                menino do rio doce (link do livro completo)








 (...)


Infelizmente esse mesmo rio está doente. Devido á uma tragédia acontecida na barragem de dejetos de uma mineradora em Mariana M.G. Muitas casas foram destruídas, animais e pessoas morreram, muitas pessoas ainda estão desaparecidas...

No rio, milhares de peixes morreram, alguns talvez já estejam extintos...



Esses acontecimentos tristes para serem resolvidos demandarão de muito tempo, muito esforço de todos, boa vontade e solidariedade.
Muitas pessoas estão se empenhando para ajudar as famílias que estão desabrigadas, doentes e até sem água. Por todo o país existem campanhas para ajudar.


Sebastião Salgado- revitalização do Rio Doce

 Quem não pode ajudar materialmente, está se unindo com outras pessoas em correntes de oração, pedindo á Deus e aos bons espíritos ajuda para essas pessoas, por nosso país, pela recuperação do Rio Doce.


Atividade:
Cada criança devera fazer um desenho do Rio Doce, saudável, sem sujeiras, recuperado!


A florzinha amorosa

Contar  a seguinte
(Se possível ao som dessa música)
Três borboletas voavam alegres de flor em flor num jardim. De repende, caiu uma chuva forte. 

As borboletas corriam para todos os lados à procura de um abrigo quando viram uma linda orquídea amarela onde poderiam pousar. 

A borboleta amarela aproximou-se e falou:
BORBOLETA AMARELA: Amiga orquídea podemos nos abrigar na sua corola até passar a chuva?
ORQUIDEA: Nada disso! Não sou guarda-chuva! Não vê que sou uma flor rara? Procurem outro lugar. O problema é de vocês.
 As borboletas levaram um susto com a agressividade da orquídea. Voaram para longe até que viram um lírio muito branco

BORBOLETA BRANCA: Sr. Lírio Branco poderíamos nos abrigar na sua corola até passar a chuva?
LIRIO: - Você pode porque é da minha cor. As outras borboletas não!Não me misturo!
Borboleta branca:- Então nada feito!Só ficaremos juntas.

 Amiga Petunia, poderíamos nos abrigar na sua corola ate passar a chuva?história:
PETÚNIA: - Claro que sim. Vou procurar abrir um pouco mais a minha flor para abrigar vocês três. Que alegria ser útil!
BORBOLETAS:- Obrigada, obrigada...
Quando as borboletas iam voar para a Petúnia, a chuva passou e o Sol bem forte apareceu, secando as asas das borboletas enquanto voavam.Elas não precisaram mais abrigar-se na Petúnia,mas uma grande amizade surgiu a partir daquele momento.
E as borboletas pousaram ao lado da petúnia...



Sejamos assim, como a petúnia. Oferecendo suas pétalas e recebendo em
troca amizade sincera!
Atividade:
Vamos colorir as borboletas!!!


O mundo inteiro

Será que nos todos estamos
Ligados?
Será que algo feito por mim pode fazer diferença pra outra pessoa?
Se todo mundo resolver jogar o lixo no chão. O que pode acontecer? ...
Mas em compensação se todo mundo resolver fazer algo bom para alguém? O que pode acontecer? ...
Vamos pensar sobre isso, ouvindo a seguinte história:
O mundo inteiro




Felicidade


Quem está feliz?!
Então vamos cantar a musica
Se és feliz!

Se és feliz quero te ver bater as mãos. (2x) 
Se és pra mim poder acreditar 
Se és feliz quero te ver bater as mãos
Se és feliz quero te ver bater os pés. (2x) 
Se és pra mim poder acreditar 
Se és feliz quero te ver bater os pés
Bater as mãos, bater os pés 
Se és feliz pra mim poder acreditar 
Se és feliz quero te ver bater os pés
Se és feliz quero te ver a gargalhar. (2x) 
Se és pra mim poder acreditar 
Se és feliz quero te ver a gargalhar
Bater as mãos, bater os pés, a gargalhar
Se és feliz quero te ver a espirrar. (2x) 
Se és pra mim poder acreditar 
Se és feliz quero te ver bater a espirrar
Bater as mãos, bater os pés, a gargalhar, a espirrar 
Se és feliz pra mim poder acreditar 
Se és feliz quero te ver a espirrar
Se és feliz quero te ver dizer amém. (2x) 
Se és pra mim poder acreditar 
Se és feliz quero te ver dizer amém
Bater as mãos, bater os pés, a gargalhar, a espirrar, dizer amém 
Se és feliz pra mim poder acreditar 
Se és feliz quero te ver dizer amém

Perguntar o que as crianças acham que é a felicidade. Deixar todos darem suas opiniões.
Em seguida ensinar a receita do Bolo da felicidade:
Ingredientes:
50 gramas de fé,
1 kilo de perdão,
1 litro de paciência,
2 pitadas de pureza nos olhos,
1 dúzia de sinceridade,
1 dose de compreensão,
Interruptor na língua,
3 xícaras de serviço útil,
5 colheres de humildade,
Simplicidade no estômago,
Uso diário em temperatura de boa vontade,
Muito amor no coração
Modo de fazer: misturar tudo dentro do coração e deixar lá pra sempre que assim com certeza será feliz !