As qualidades dos outros


Lembrar as crianças do que foi conversado na aulinha Qualidades Pessoais.
Além de ressaltar nossas qualidades, também é necessário valorizar as qualidades dos outros para incentivar cada vez mais pessoas a fazer o que é certo.

Realizar com as crianças a seguinte dinâmica:

Entregar uma folha de revista para cada criança.
Pedir para que cada uma amasse o máximo que puder.
Depois de todos terminarem,pedir para desamassar e deixar como estava.
Ninguém conseguirá...

Comentar:
Essa folha representa nossas palavras; uma vez ditas não podem ser concertadas.Por isso devemos ter cuidado com as palavras que usamos para falar de alguem, ou com alguem para não machucá-las, pois poderão deixar marcas muito profundas...
Muitas vezes enxergamos muitos defeitos numa pessoa e muitas qualidades em nós mesmos.Até que um dia descobrimos que o amigo tem muitas qualidades e nós muitos defeitos...

Contar a história Amizades de Roque Jacintho (do livro Prece e Amizades):


(Resumidamente, é a estória de dois cãezinhos:Chang, um piquenês de focinho arrebitado que se achava melhor que os outros e Brinquinho, um cãozinho vira-lata que que vivia querendo brincar com seu primo Chang, mas nunca conseguia.Até que um dia Chang aceitou o desafio de uma Raposa mal intencionada e mergulhou no lago próximo.Brinquinho que já tinha notado a presença da Raposa e viu tudo, mergulhou e salvou Chang.Daí em diante tornaram-se amigos e Chang percebeu que a qualidade de seu simples amigo.)

Depois de lida a estória comentar com as crianças:

Como era o cachorrinho Chang?
Como era o Brinquinho?
Por que Chang não queria ser amigo de Brinquinho?
Por que Chang entrou na água sem saber nadar?
Quem ajudou Chang?
Quem teve a melhor atitude?

As crianças devem tirar da estória o verdadeiro valor da amizade, e comparar com a lição que comentávamos.

Atividade:
Ilustrar a estória que foi contada.