A caridade de Cairba Schutel

"A caridade quando praticada, material, moral, e espiritualmente falando é a religião Pura que nos Conduz a Deus" (Cairbar Schutel )
Perguntar as crianças:


O que é caridade?
Tem que ser rico para fazer caridade?
Pobre também faz caridade?


Deixar que elas exponham suas opiniões.


Em seguida explicar:


Caridade é ato de amor- nós doamos a outro o que temos de melhor!Não depende de dinheiro, nem bens materiais.É uma característica de pessoas que são realmente boas.
Não importa se outras pessoas elogiam.Quem faz caridade se sente feliz só pelo fato de ter sido útil para alguém.


"Meus filhos, na máxima: Fora da caridade não há salvação, estão encerrados os destinos dos homens, na Terra e no céu; na Terra, porque à sombra desse estandarte eles viverão em paz; no céu, porque os que a houverem praticado acharão graças diante do Senhor. Essa divisa é o facho celeste, a luminosa coluna que guia o homem no deserto da vida, encaminhando-o para a Terra da Promissão. Ela brilha no céu, como auréola santa, na fronte dos eleitos, e, na Terra, se acha gravada no coração daqueles a quem Jesus dirá: Passai à direita, benditos de meu Pai. Reconhecê-los-eis pelo perfume de caridade que espalham em torno de si. Nada exprime com mais exatidão o pensamento de Jesus, nada resume tão bem os deveres do homem, como essa máxima de ordem divina. Não poderia o Espiritismo provar melhor a sua origem, do que apresentando-a como regra, por isso que é um reflexo do mais puro Cristianismo."(Evangelho Segundo o Espiritismo)


Tivemos vários exemplos de pessoas caridosas.Hoje vou contar de uma dessas: Cairbar Schutel.

 Nasceu no Rio de Janeiro em 1868.Perdeu os pais ainda criança mas isso não fez dele uma criança infeliz: aos cuidados do avô, estudou muito e se tornou prático farmacêutico aos 17 anos.
Como gostava da vida simples do interior foi para a cidade Matão em São Paulo e montou uma farmácia pois lá não tinha.
Foi em Matão que conheceu a Doutrina Espírita e se tornou um dos seus principais divulgadores.
Fundou o Centro Amante da Pobreza, onde praticava o principal fundamento da Doutrina Espírita: Caridade!
Ficou conhecido como o Pai dos Pobres pois receitava gratuitamente os remédios.Em sua casa, sempre doava roupas, alimentos- devido ao seu sentimento de amor ao próximo- chegando a se tornar uma espécie de hospital aos necessitados.
Escreveu vários livros e criou o jornal O Clarim e a Revista Internacional do Espiritismo.
Uma história interessante:
Certa vez, estava atendendo um mãe com um bebê bem magrinho de tão doente, tão desidratado, pediu ao ajudante um  vidro de água destilada e pingou algumas gotas homeopáticas, entregou á mãe e a instruiu sobre a alimentação do bebê.O amigo ajudante perguntou ao Cairbar: "Mas esse remédio vai curar essa criança?" Ele respondeu:"Esse remédio vai ajudar muito, mas o que cura virá lá de cima, por isso, quando você manipular qualquer medicamento, tenha o pensamento voltado para o pai celestial pois de lá que vem a cura".


Atividade:
Fazer um balão grande com a palavra-chave: CARIDADE e vários balões menores para colar.Colar os que tem sentido com caridade.
Sugestões de palavras: fraternidade, amor, gentileza, bondade, carinho, perdão, humildade, orgulho, raiva, vaidade...



Cantar com elas a música Sublime oração: :http://www.youtube.com/watch?v=gKlCTj_8xNs


Fontes:www.autoresespiritasclassicos.com
             sugestão de atividade:Seara do Mestre